Descubra quanto custa uma transferência de moto e quais são os detalhes do processo

Se você já vendeu uma motocicleta ou precisou transferi-la, sabe que esse processo envolve muitos detalhes e alguns gastos. Por isso, uma das perguntas mais frequentes sobre o tema é quanto custa uma transferência de moto.

O custo para transferir moto depende do estado onde a pessoa reside, pois o Detran de cada unidade da federação pode fixar preços diferentes para a atividade. Além disso, é importante para os interessados compreenderem todos os passos do processo. 

Pensando nisso, a Sportbay preparou este artigo para você saber quanto custa uma transferência de moto e como fazer isso em situações diferentes, como no próprio estado ou para outro. Continue lendo e entenda!

Quanto custa a transferência de moto?

O preço da transferência de moto difere em cada estado, pois os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detran) têm autonomia para estabelecer valores próprios. Contudo, é possível ter uma base conforme o preço prefixado em alguns locais. 

Por exemplo, o Detran de São Paulo possui a taxa de R$ 263,80 de transferência de propriedade. Porém, se você precisar do licenciamento da moto, o valor total sobe para R$ 419,03. Todos esses preços são relativos à última consulta realizada em 2023.

Em Minas Gerais, o valor de transferência não difere muito: R$ 246,81. Na Bahia, o preço do processo é R$ 225,62. Porém, se o veículo vier de outro estado, o montante é R$ 244. Portanto, sempre confira se o Detran de sua localidade cobra taxa para transferir moto de outro estado.

O estado que possui o menor preço para a transferência é o Amapá, com R$ 44,04, enquanto Espírito Santo é o mais caro, com R$ 395,24. Confira quanto custa uma transferência de moto para outros dez estados mais populosos do Brasil:

  • Rio de Janeiro: R$ 183,24;
  • Paraná: R$ 130,61;
  • Rio Grande do Sul: R$ 174,63;
  • Pernambuco: R$ 123,62;
  • Ceará: R$ 206,07;
  • Pará: R$ 247,78;
  • Santa Catarina: R$ 174,94;
  • Goiás: R$ 233,25;
  • Maranhão: R$ 129,83;
  • Amazonas: R$ 111,23.

Como fazer a transferência do veículo?

quanto custa uma transferência de moto

Para transferir moto para outra pessoa, é preciso que essa moto seja registrada na cidade do novo comprador, todas as pendências — como IPVA e multas — estejam quitadas e o licenciamento esteja em dia. Com essas demandas atendidas, você já pode começar o processo.

Documentação e início do processo

O primeiro passo para iniciar o processo é separar a documentação e entregá-la ao Detran. Assim, para a transferência de nome de moto, o comprador e o vendedor precisam apresentar os seguintes documentos: 

  • Carteira de identidade (RG) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH), com uma cópia simples com foto;
  • CPF original com cópia e comprovante de residência; 
  • Certificado de Registro do Veículo (CRV) com firma reconhecida tanto pelo antigo quanto pelo novo proprietário.

Vale salientar que documentos CRV emitidos a partir de 04/01/2021 sempre estarão no formato digital (CRLV-e). Então, é preciso incluir a intenção de venda antes de emitir a Autorização de Transferência de Propriedade de Veículo eletrônica (ATPV-e).

Caso o documento do veículo seja digital (CRLV-e), é necessário entregar a ATPV-e impressa com reconhecimento das duas firmas para dar início ao processo.

Também há a venda de moto por Pessoas Jurídicas (PJ). Nesse caso, outros documentos de identificação são exigidos: CNPJ, cópia do extrato social, comprovante de poderes do vendedor e Certidão Negativa de Débitos (CND).

Formulário do Detran

Com os documentos separados e as firmas reconhecidas, o processo de transferência já pode ser efetuado. Para isso, o Detran vai ser informado da compra e checar se há pendências, como multas. Depois, o comprador deve preencher um formulário de transferência no site do Detran do estado em que reside. 

Quando o formulário for finalizado, o Documento de Arrecadação Estadual (DAE) será emitido com a taxa de transferência a ser paga. Esse valor corresponde às informações já relatadas neste texto sobre quanto custa uma transferência de moto. 

Vistoria e fim do processo

Se o formulário e o pagamento forem aprovados, o próximo passo é a vistoria do veículo. Uma empresa credenciada pelo Detran avalia se o veículo corresponde à descrição nos documentos e se ele possui problemas. 

Após a vistoria ser aprovada, os documentos são entregues ao Detran, que vai autorizar a transferência e a emissão da nova CRV ou CRVL em até 30 dias. Caso seja necessário, o veículo recebe um novo emplacamento, que finaliza o processo.

É possível realizar a transferência pela internet?

Como mencionamos, as novas diretrizes do Detran possibilitam que o processo de transferência seja, na maior parte, online. Contudo, as etapas de vistoria e emplacamento devem ser presenciais.

Outra pergunta muito comum entre quem quer saber quanto custa uma transferência de moto é: quem deve arcar com os gastos? Na maioria das vezes, o novo proprietário paga a transferência e outros encargos, mas ambas as partes podem negociar a divisão dos valores.

Sportbay: tudo sobre moto!

Gostou de saber as principais informações sobre como realizar uma transferência de veículo? No blog da Sportbay, você encontra outras dicas incríveis para motociclistas, desde recomendações de veículos e equipamentos até dicas de manutenção.

Também conheça o catálogo da Sportbay, com opções completas de peças de moto, vestuário e acessórios. Tudo serve para você ter mais conforto, segurança e desempenho em suas aventuras. E não precisa se preocupar com a distância, porque entregamos para todo o Brasil!

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA
SPORTBAY EVENTOS