Conheça a história da moto

Todo praticante de motociclismo, seja como meio de transporte ou como esporte radical, já deve ter se perguntado como a motocicleta surgiu. De fato, a história da moto é fascinante. Por incrível que pareça, ela remete ao século XIX, mas, nessa época, era muito diferente dos modelos que temos hoje.

A seguir, nós vamos contar essa história direitinho! Neste post, vamos abordar a história da motocicleta: quando e como ela foi inventada, quem foi o idealizador e quando as primeiras motos finalmente chegaram ao Brasil!

Quando e onde surgiram as primeiras motos?

A moto é uma invenção antiga! Porém, é claro, os primeiros modelos eram bastante simples. Eles consistiam basicamente em um motor de 264 cm³, com meio cavalo de força e 500 rotações por minuto, acoplado a um veículo precursor da bicicleta. Parece rudimentar agora, mas foi uma grande inovação na época.

A primeira moto do mundo, a Daimler Reitwagen, era movida à combustão interna, pesava 90 kg e era fabricada majoritariamente de madeira. Além disso, contava com duas rodinhas de apoio para dar mais equilíbrio ao condutor e conferir uma segurança extra ao veículo.

Na prática, as primeiras motocicletas de que temos notícia funcionavam como uma espécie de bicicleta com motor e não eram capazes de atingir uma grande velocidade. Porém, ao longo dos anos, os modelos foram se aprimorando até chegarmos à sofisticação das motos atuais.  

A história da moto, no entanto, é ligeiramente nebulosa. Isso porque há versões diferentes sobre quem inventou a moto. Trata-se de uma polêmica semelhante ao famoso questionamento sobre a paternidade da aviação: afinal, o avião foi criado por Santos Dumont ou pelos irmãos Wright?

Quem inventou a moto?

história da moto

A versão original da história da moto conta que o primeiro protótipo surgiu na Alemanha, em 1885, e foi criado pelos engenheiros Gottlieb Daimler e Wilhelm Maybach. Mais tarde, os dois inventores viriam a fundar nada menos do que a montadora Mercedes-Benz.

Há correntes, no entanto, que creditam a invenção da moto a outra pessoa: o norte-americano Sylvester Roper. De acordo com essa versão, Roper teria criado uma moto a vapor em 1867. Nessa época, os veículos movidos a vapor, como locomotivas e navios, estavam em alta, o que pode tê-lo inspirado.

Por coincidência, o francês Louis Perreaux trabalhava em um modelo parecido, também a vapor, na mesma época que Roper. Apesar de serem inovadores para o período, essas motocicletas nunca passaram de protótipos.

Finalmente, em 1897, a Inglaterra presenteou o mundo com a primeira motocicleta voltada para competições. Isso deu início ao motociclismo esportivo e contribuiu para a popularização do veículo, que passou a ser usado não só como um meio de transporte, mas também como um esporte empolgante!

A primeira fábrica de motos da história

Outro marco importante da história da moto é a abertura da primeira fábrica, em 1894. Ela ficava localizada na Alemanha e se chamava Hildebrand & Wolfmüller. Foi um grande sucesso, chegando a vender mais de 200 peças.

Essa empresa, inclusive, ajudou a revolucionar o mecanismo da motocicleta ao resfriar o motor. Assim surgiu um sistema de refrigeração sobre o para-lama traseiro, que foi patenteado posteriormente.

A chegada das primeiras motocicletas ao Brasil

Como você viu, a história das motocicletas não é nova. Apesar disso, demorou muito para que desembarcassem em território nacional. No início, os poucos modelos vendidos aqui eram importados e custavam uma fortuna.

Somente em 1951, a Monark começou a fabricar motos por aqui, embora o motor ainda fosse importado. No mesmo período surgiram as motonetas Lambreta, Saci e Moskito, em São Paulo. Já no Rio de Janeiro, o foco era a Vespa, o ciclomotor Gulliver e a Iso, equipada com um motor italiano de 150 cm³.

As vendas explodiram e o mercado das motocicletas cresceu por um tempo. Porém, com a expansão do mercado automobilístico no Brasil, aumentaram as vendas de carros, enquanto as de moto se desaceleraram.

Contudo, o mercado voltou a se consolidar no país a partir da década de 1970, com o boom da importação de motos japonesas, como a Honda, a Suzuki e a Yamaha. Embora na década seguinte tenha acontecido uma retração, hoje as motocicletas voltaram a ser muito populares, devido ao preço e à praticidade.

Qual é a importância da moto para a sociedade?

A contribuição da motocicleta para a sociedade é inegável. Além de facilitar o tráfego nas grandes cidades, ela é um meio de transporte rápido e muito eficaz, que serve para fazer entregas, se locomover pelas vias urbanas e até para se divertir praticando trilhas e competições.

Pouca gente sabe, porém, que a moto teve um uso militar significativo durante as duas guerras mundiais. Foi durante o pós-guerra, a partir de 1945, que a indústria de motocicletas britânica se expandiu e, mais tarde, as montadoras japonesas se destacaram no mundo todo.

Enquanto isso, a Itália, a Alemanha, a França e a Bélgica se consolidavam como países exportadores de motocicletas para as demais regiões, incluindo o Brasil. Foi, portanto, um grande propulsor da economia desses e de outros países.

Compre peças de moto e acessórios de motociclismo na Sportbay

A história da moto é realmente muito interessante! Ao longo de todos esses anos, a tecnologia evoluiu e o mercado de motocicletas se ampliou, conquistando milhões de adeptos pelo mundo. Hoje, existe um grande leque de peças, acessórios e equipamentos para motos. Você encontra tudo isso na Sportbay!

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA
SPORTBAY EVENTOS