Como saber se a moto é roubada e não cair em golpe?

Uma preocupação recorrente de quem compra motos usadas ou seminovas é a procedência do veículo, já que, infelizmente, o roubo e o furto de motocicletas são delitos comuns no Brasil. Então, como saber se a moto é roubada e evitar perder dinheiro – ou, pior, ser considerado interceptador?

A boa notícia é que, em caso de suspeita de veículo roubado, dá para fazer  uma consulta por meio da placa e tirar a dúvida rapidamente. Assim, não há risco de comprar gato por lebre e tomar prejuízo.

Neste post, a gente explica como saber se a moto é roubada, como proceder caso sua compra tenha histórico de roubo ou furto e como obter uma série de informações importantes sobre ela. Confira a seguir!

Como descobrir se a moto é roubada no site do DETRAN?

Caso você não saiba, tem como ver se a moto é roubada por meio da placa, no site do próprio DETRAN. Os departamentos de trânsito de vários estados disponibilizam essa e outras informações: basta acessar o site e informar a placa do veículo para olhar o histórico dele.

O primeiro passo é entrar na página do Detran do seu estado e, em seguida, acessar o item “veículos”, onde estão listadas várias opções. Queremos a primeira, Pesquisa de Débitos e Restrições.

Nesta página, você encontra tanto o registro de furto e roubo como débitos e restrições de veículos de terceiros. Na parte dos registros de furto e roubo, você deve inserir a placa para fazer a consulta. Além do site, isso pode ser feito pelo aplicativo do DETRAN.

Como descobrir se a moto é roubada no Sinesp Cidadão?

Também tem como saber se a moto é roubada por meio do Sinesp Cidadão, um aplicativo criado pelo Ministério da Justiça que viabiliza consultas a respeito da situação de qualquer veículo. O app tem uma interface amigável e é fácil de usar: basta ter uma conta .gov.

Para verificar a situação da moto, é só baixar o aplicativo Sinesp Cidadão, disponível para Android e iOS, em seu smartphone. Em seguida, clique na aba “veículos”, insira os dados solicitados e clique novamente em “checar situação”.

Nos resultados de busca, aparecerão as informações de que você precisa, com base em registros de boletins de ocorrência. Por essa razão, os dados não aparecem imediatamente: pode demorar um pouquinho para que cheguem à plataforma do Sinesp Cidadão.

Usando o app

como saber se a moto é roubada

Se não houver nenhuma irregularidade, o aplicativo vai mostrar a seguinte mensagem: “sem registro ou alerta de roubo/furto”. Caso contrário, ele vai comunicar que o veículo foi roubado e recomendar o acionamento da polícia pelo número 190.

Além do status de restrição de roubo e furto, o app fornece outras informações, como a marca e o modelo, o ano, a cor e o final do chassi. Para isso, basta preencher com a placa da moto.

Consulte motos no Cadastro Nacional de Veículos Roubados

Outro serviço muito interessante é o Cadastro Nacional de Veículos Roubados. No site do projeto, você consegue divulgar um roubo de moto para alertar outras pessoas sobre o delito e evitar que elas sejam vítimas.

É possível consultar se a moto que você pretende comprar está anunciada, buscando por características como modelo, marca, cor, lugar onde o roubo ocorreu, entre outras.

Além de motos roubadas, o site contempla outras categorias de veículos, como carros, caminhões, vans, picapes, máquinas agrícolas, ônibus e até jet skis e barcos. Vale a pena conhecer!

Examine a documentação da moto

Outro cuidado necessário na hora de comprar uma moto de segunda mão é analisar a documentação, verificando se o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e o Certificado de Registro de Veículo (CRV) são autênticos.

Desconfie de preços muito abaixo da média

Além disso, é importante pesquisar a média de mercado e sempre desconfiar de um preço de venda que parece bom demais para ser verdade. Não tem como saber se a moto é roubada só pelo valor cobrado, mas esse é um bom motivo para ligar o alerta e pesquisar mais a fundo sobre a procedência da moto.

Confira o chassi

Finalmente, também tem como saber se a moto é roubada pelo chassi. O número precisa estar legível e ser idêntico ao que consta na documentação. Caso contrário, é um indício de que a moto foi roubada.

Encontre os melhores produtos para motos na Sportbay

Se você está pesquisando sobre como saber se a moto é roubada, provavelmente tem planos de comprar uma! A aquisição vale muito a pena, tanto como meio de transporte e driblar o trânsito quanto para fins esportivos. Porém, é bom se preocupar desde já com os cuidados necessários com ela!

Na Sportbay, você encontra tudo de que precisa para cuidar bem de sua moto: peças, acessórios para street e off road, capacetes, itens de vestuário e até minimotos. Visite nosso site e confira todas as novidades que preparamos para você!

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA
SPORTBAY EVENTOS